Festivais e Encontros

Festivais e Encontros

A arte vinda do povo e das manifestações culturais das comunidades indígenas do planeta são alguns dos meios que o Pacto Mundial Consciente utiliza como ponte para levar sua mensagem ao mundo. Nesta seção se encontra uma série de atividades organizadas ou apoiadas em sua organização pelo PMC. 

Festival Todo o Mundo diz AHO!

É uma iniciativa do brilhante músico venezuelano, Jesús Hidalgo, e da talentosa bailarina Teresa Padrón. Em suas necessidades de apoiarem às causas promovidas pelo PMC, este sobressalente par de artistas organizaram este festival pela primeira vez em setembro de 2013, em Miami. A partir dessa data, esse festival, cada vez mais popular, ganhou adeptos e novos artistas somados à iniciativa e se realiza anualmente em muitos países. O último se realizou em gira, de dezembro de 2015 até janeiro de 2016, em Colômbia, Equador e Peru, respectivamente.

Todo el Mundo dice AHO

Todo o Mundo diz AHO!

Festival Chaski Fest.

Este festival é uma iniciativa de David Jaramillo, baixista do grupo Dr. Krápula, e de Héctor Buitrago, líder da banda Aterciopelados. É um festival que reúne a artistas conscientes do cuidado que a Mãe Terra necessita para reverter o prejuízo causado. Conscientes também do cuidado necessário com a água, as sementes nativas e o resgate da sabedoria ancestral dos povos indígenas. O festival se realiza várias vezes ao ano, em cidades da Europa e da América. Em cada festival os artistas que se reúnem levam a mensagem do amor que eles promovem e que promove o Pacto Mundial Consciente.

Chaski Fest - Danzantes Polinecias

Chaski Fest . Dançarinas polinésias

Festival 8000 tambores pela mudança.

Há uma antiga profecia dos anciãos da tribo Otomi de Tolteca, de que quando 8 mil tambores se juntam e soam, um período de mudança virá sobre a terra. Uma mudança na consciência entre as pessoas e uma era de prosperidade e felicidade na terra. Este festival promovido pelo Pacto Mundial Consciente também é organizado por uma variedade diversificada de comunidades indígenas em torno da América do Norte e eles se somam juntos na busca por uma sociedade mais consciente e pacífica, que viva em harmonia e na plenitude da sua magnífica humanidade.

8000 tambores por la Madre Tierra y la Humanidad

8000 tambores pela Mãe Terra e a Humanidade

A Kiva.

Kiva significa o templo do coração da Mãe Terra. A cada quatro anos, o Pacto Mundial Consciente reúne autoridades indígenas sábias de todo o mundo para se encontrarem em Kivas para uma cerimônia muito antiga. O fogo da gratidão permanece aceso, assim como o compromisso de todas essas autoridades com a Mãe Terra, essa é a origem de tudo. Em paralelo e aproveitando esta grande reunião de sabedoria, se realizam seminários, palestras e muitas atividades em prol de formar mais Naturagentes e Guardiões da Mãe Terra.

Kiva el Templo del Corazón de la Madre Tierra

Kiva o Templo do Coração da Mãe Terra

Raízes da Terra.

Esta reunião de sábios nasceu a partir da visão do líder ancião nativo da reserva de Big Montain, na América do Norte, chamado Raymundo “Tigre” Pérez, em salvaguarda da espiritualidade dos povos indígenas e mestiços da América. O Pacto Mundial Consciente recebeu a proposta com grande entusiasmo para reviver e organizar estes encontros e manter a grande sabedoria, a qual os povos são portadores. Assim como manter a sua espiritualidade e sua cultura como vozes de esperança para o mundo.

Raíces de la Tierra

Raízes da Terra

 

unete al pacto mundial consciente

 

compartir en facebook contenido del pacto mundial consciente